CONECTE-SE CONOSCO

Hi, what are you looking for?

Economia

Festival Folclórico 2022 deve injetar R$ 100 milhões na economia de Parintins

PARTINTINS – Anunciado oficialmente pelo governador Wilson Lima no dia 24 de março, na arena do Bumbódromo, o 55º Festival Folclórico de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), vai injetar entre R$ 80 e R$ 100 milhões na economia do município, segundo dados da Prefeitura de Parintins. A festa, que é o principal motor da economia local, deixou de ser realizada durante dois anos, em razão da pandemia de Covid-19. Com o avanço da vacinação e a queda nos indicadores de novos casos e mortes pela doença, o evento vai acontecer nos dias 24, 25 e 26 de junho.

Muito além de manter viva a tradição de Caprichoso e Garantido, o festival impulsiona atividades econômicas do município em diversos setores. Em 2019 – última edição antes da pandemia –, mais de 60 mil pessoas visitaram a cidade no período da festa, assegurando a geração de emprego e renda para a população de Parintins.

Leia também:

Para este ano, com o retorno da festa e a presença dos turistas na Ilha Tupinambarana, comerciantes e prestadores de serviços estimam aumento de 85% a 90% na lucratividade.

“Quando foi decretado que tínhamos que fechar, fomos muito atingidos, porque não éramos serviço essencial. Tivemos que reduzir nossa margem, reduzir custo, demitir funcionários, pagar indenização parcelada. A expectativa é muito grande por conta do anúncio do festival, já passamos a fazer compras, estamos com uma prospecção de vendas melhor e querendo contratar pessoal para trabalhar nesse período”, celebrou a comerciante Andrea Baba, proprietária de uma loja de cosméticos.

Emocionada, ela comenta que voltar a ter o festival é uma alegria e um alívio para toda a cidade. “Quando anunciou o festival, parece que foi uma luz para Parintins. Eu me emociono porque parece que saiu uma nuvem negra de Parintins e vai começar o movimento. A retomada do festival é muito importante para os lojistas e para toda a economia do município”, acrescentou a empreendedora.

Recuperação – A empresária Dalva Nascimento atua no ramo da hotelaria, um dos mais demandados no período do festival. Para ela, os dois anos sem a festa foram danosos para toda a cadeia de serviços e comércios da cidade.

“Eu costumo dizer que o parintinense não dança boi, ele trabalha e consegue esse recurso financeiro maior no período do festival. Nós já tínhamos cinco apartamentos alugados e pagos desde 2019, assim que acabou o festival. Logo que saiu a notícia de que o festival aconteceria (em 2022), de 15 em 15 minutos as pessoas estavam ligando. A satisfação é muito grande”, afirmou Dalva, que pretende ampliar a pousada para conseguir receber um número maior de hóspedes.

Iguaria muito apreciada pelo parintinense e por quem visita a cidade, o tacacá é a única fonte de renda para a família de Lilley Garcia, que atua no segmento há mais de 60 anos. A tacacazeira conta que festejou a notícia da realização do festival.

“É uma alegria imensa, porque ficar parado não é fácil, principalmente para nós que vivemos disso, a nossa única fonte de renda é o tacacá, então, durante os dois anos de pandemia nós sentimos muito. Quando soubemos que ia ter festival este ano, foi uma alegria para todos nós, porque a gente respira festival. Enquanto uns vêm brincar, matar a saudade, nós vamos retomar a nossa rotina normal, que é trabalhar”, disse Lilley.

Mais postos de trabalho – Além do retorno da festa em 2022, Wilson Lima também anunciou a reforma do Bumbódromo, palco das apresentações. Com investimento de R$ 5,7 milhões, as obras também vão gerar postos de trabalho para os parintinenses.

“Todos os trabalhadores envolvidos na reforma do Bumbódromo têm que ser de Parintins, tem que empregar o povo daqui, que acabou sendo muito prejudicado por conta da pandemia. Não tivemos o festival e isso significou a perda de dinheiro para a tacacazeira, para o mototaxista, para o taxista, para quem trabalha com alimentação, para quem trabalha com hotelaria, para quem é artista, para quem trabalha com o boi”, enfatizou o governador Wilson Lima, em Parintins, durante o anúncio da realização do festival, no dia 24 de março.

Durante os anos de 2020 e 2021, o Governo do Amazonas realizou lives das apresentações dos bois, sem a presença de público e cumprindo os protocolos contra a Covid-19. Os espetáculos reduzidos foram a alternativa encontrada para fomentar a economia local, promovendo renda, principalmente, para os artistas dos bumbás.

FOTOS: Lucas Silva/Secom

Deixe o Seu Comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Últimas Notícias

Notícias Corporativas

Segundo o estudo realizado pelo Atlas Mundial da Obesidade em 2022 e divulgado pela Federação Mundial da Obesidade, é esperado que o Brasil viva...

Notícias Corporativas

A pesquisa que trata da diversidade nas startups brasileiras “Mapeamento do Ecossistema Brasileiro de Startups”, produzida pela ABStartups, entrevistou 2,5 mil startups entre agosto...

Notícias Corporativas

Os sofás surgiram em ambientes da realeza de países do Oriente, foram reinventados pela sociedade romana, onde compuseram o triclínio – espaço para jantar...

Notícias Corporativas

O Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana está com um novo parque aquático como atração aos hóspedes. O espaço foi inaugurado no último...

Notícias Corporativas

Coletar feedbacks dos clientes é uma maneira de avaliar o nível de satisfação em relação a determinado serviço ou produto oferecido pela empresa. Assim,...

Notícias Corporativas

As mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global podem prejudicar muito o planeta, por isso, a hora de se movimentar é agora. Usando energia solar...

Publicidade

LEIA TAMBÉM

Polícia

Durante troca de tiros entre policiais federais e bandidos, dentro de um restaurante, no bairro da Marambaia, em Belém, uma pessoa morreu e outras...

Destaque

A Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), em ação conjunta com o Instituto de Defesa do...

Cidade

Com 280 veículos disponíveis para arremate, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) realizará, no dia 26 de maio, o segundo leilão de...

Destaque

As inscrições serão na terça-feira (12/04), exclusivamente on-line, pelo endereço https://cursos.cetam.am.gov.br. Iniciam às 8h e vão até as 23h59, ou até as vagas serem preenchidas....